Feeds:
Posts
Comentários

Archive for outubro \28\UTC 2007

Entrevista com o gênio

extras350x266.jpg

 

Aqui. E dia 16 de dezembro tem Extras: The Extra Special Series Finale, com 80 minutos de duração. E segundo o Tim Goodman:

“It’s a stunningly great piece of work – an emotional patchwork of dark, hilarious, moving, smart and dramatic moments. Not only is it one of the best farewell episodes in TV series history – Gervais and Stephen Merchant take care to wrap up loose ends and bring the series to its pitch-perfect end – there’s real depth and diversity of emotion involved here. They didn’t just throw this one together as a bone for die-hard “Extras” fans. This is a near feature-length examination of fame, friendship and life’s disillusionment and redemption. I certainly didn’t expect that going into it and was stunned and surprisingly moved by how thoughtful (and painfully funny) the closure was.”

Ou seja, será o evento do mês.

——————————–

Edit: acabei de escutar. Não poderia deixar de postar o melhor quote da entrevista, quando Gervais é perguntado sobre o Emmy de melhor ator que ele ganhou recentemente:

 “I was surprised as Alec Baldwin. And Steve Carell.”

Read Full Post »

McLovin

1017-2007-10-20-14-57-34.jpg

Supebad – É Hoje (Superbad; dir: Greg Mottola; 2007) – ***/****

 

No cinemão norte-americano atual, existem três nomes que são sinônimos de filmes realmente engraçados: Will Ferrell, Sacha Baron Cohen e Judd Apatow (quem sabe eles não trabalhem juntos algum dia?). Apatow, que esse ano já dirigiu o ótimo Ligeiramente Grávidos, produz esse Superbad, escrito por Seth Rogen (e não duvido nada que os eventos do filme sejam fatos reais da adolescência dele – não é a toa que o nome de um dor protagonistas é Seth) e dirigido pror Greg Mottola, oriundo da TV, sendo seus créditos mais representativos alguns episódios de Arrested Development (daonde saiu Michael Cera, o outro protagonista do filme).

(mais…)

Read Full Post »

0000039754_20070516124309.jpg

 

(mais…)

Read Full Post »

Aiaiaiaiaiai

Hora do blog ter um tag só dela.

Read Full Post »

Que Robert…

al-gore.jpg

 

Oscar: check. Emmy: check. Nobel: check. Agora só falta o Grammy (pela versão em CD – feito em plástico biodegradável, claro – de Uma Verdade Inconveniente) e o Tony (pelo musical da Broadway inspirado no filme).

É por isso que eu digo: Rudy Giuliani 2008!

Read Full Post »

A Elite da Tropa

8521-2007-09-23-21-43-40_1.jpg

Tropa de Elite (dir: José Padilha; 2007) – ***/****

 

Maiores virtudes: Wagner Moura (Capitão Nascimento é o one-liner do ano), André Ramiro (afinal de contas, o filme é sobre ele) e a edição.

O maior perigo aqui é achar que o discurso do Capitão (expressado através de uma excelente narração) é o discuro do filme e do diretor. Não, José Padilha não acha que a violência deve se responder com violência. A entrevista que ele concedeu no Roda-Viva na última semana é esclarecedora nessa sentido.

(mais…)

Read Full Post »

Non sequitur

bscap0063.jpg

“Say when, Frank.”

“When.”

 

Graças à essa discussão (praticamente uma epopéia – só em 2013 pra mim ter 23 comentários em um post novamente), a Fer me disse que a minha definição de metalinguagem não estava assim tão correta, e que uma série que fazia uso dela era Police Squad!, do cultuado trio ZAZ (David Zucker, Jim Abrahams e Jerry Zucker).

Não que o conteúdo do grupo me seja uma novidade. Sempre que me perguntam qual é minha comédia predileta, o nome que surge na minha cabeça é justamente Top Secret – Superconfidencial, clássico da Sessão da Tarde. Toda essa metalinguagem de mexer com os clichês tanto narrativos quanto estéticos dos filmes e séries de gênero, além do humor totalmente absurdo (ou Non sequitur – obrigado, Wikipedia) foi o que transformou ZAZ em referência humorística nos anos 80. Não é a toa que David foi convocado para dirigir a série Todo Mundo em Pânico a partir do terceiro filme. Ele definitivamente conhece o material.

(mais…)

Read Full Post »

Older Posts »