Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Grey’s Anatomy’ Category

Like a Virgin

Nenhuma série é perfeita. Todas elas possuem uma série de características intrínsecas que nós gostamos ou não. Em geral, as séries que acompanhamos religiosamente são aquelas em que suas características positivas superam as negativas. Mas eventualmente, nossos shows preferidos nos presenteiam com pérolas que reúnem uma alta concentração daquilo que mais detestamos em 40 minutos. Já aconteceu com Buffy (Beer Bad), Lost (Stranger in a Strange Land), Smallville (humm…qualquer coisa dos últimos 3 anos?). E chegou a vez de Grey’s Anatomy. Vejam bem, eu tô ciente do caráter novelinha da coisa. Mas isso sempre foi equilibrado com uma certa dose de criatividade nas situações e etc. Mas dessa vez eles extrapolaram. Uma listinha básica das bolas-fora do episódio: (mais…)

Read Full Post »

0000039754_20070516124309.jpg

 

(mais…)

Read Full Post »

A premiere de The Office me lembrou a razão da série ter ganhado o Emmy. Que elenco! Que texto! Eles atiram pra todos os lados, sem dó nem piedade. O que é Oscar (personagem que saiu do armário nesse episódio) se comparando à Ian McKellen? E a saudade falsa de Dwight? E Creed admitindo a possibilidade de ter dormido com um homem nos anos 60? E Michael chorando e beijando Oscar? E eu não sou shipper mas…Jim & Pam FOREVER.

——–

My Name is Earl começou bem da mesma forma, mas como diria o sábio Vidoni, Earl é aquela série divertida de se assistir, sem ser especialmente hilário. A única cena que me fez rir de verdade foi a que envolveu um balão de hélio.

——–

Extras também começou a sua segunda temporada. Convidado da semana: Orlando Bloom. Como é engraçado ver os atores botando os podres pra fora! “O Johnny Depp fez Edward-Mãos-de-Tesoura. E daí? Eu fiz o Legolas!“. Mas nada foi tão engraçado quanto ver Gervais tentar dirigir sua sitcom.

——–

“You were my Yoda!” – by Spike

Buffy está caminhando a passos largos para se tornar uma das minha séries preferidas. É legal ver como Joss Whedon foi o pioneiro de vários elementos que vemos aos montes em séries teen atuais (Smallville e Veronica Mars pra ser mais exato).

——–

E por fim, a estréia da terceira temporada de Grey’s Anatomy. Felizmente, Shonda Rhimes se eximiu dos tropeços da season finale passada e entregou um episódio emocionante, sem nunca (?) cair no piegas. Seria muito mais “choroso” colocar Izzie pra reconhecer o corpo de Danny, ao invés disso, foi Bailey. A cena continua tocante (principalmente, graças ao talento de Wilson), mas não fica parecendo algo “se emocionem AGORA!”.

Em diversas séries (Lost sendo o principal exemplar) cada episódio costuma ter algo como um ou dois desempenhos excepcionais. Pois aqui há nada menos do que QUATRO (!!!) atuações dignas de uma indicação ao Emmy: Oh, Wilson, Walsh e (para minha surpresa) Dempsey naquele que provavelmente foi seu melhor episódio em Grey’s Anatomy. Ele conseguiu transitar da ira (flashback da discussão com Addison, logo após ela ter dormido com o McSteamy) à emoção (ele admitindo para Meredith que é com ela com quem ele quer ficar).

Quando eu faleu de Justice mais abaixo, eu reclamei que a série não desenvolve seus personagens. Aqui é justamente o oposto. Só o monólogo de Callie (“nós todos somos atrasados sentimentalmente, todos temos 17 anos”) diz mais sobre ela (e todos os outros personagens) do que umas três temporadas do drama produzido por Bruckheimer.

E ainda tem o humor. Mesmo sendo meio bobinho, ele sempre funciona. Me peguei rindo com o destino da calcinha de Meredith no final do episódio e com a provável melhor frase do episódio, dita por ela:

“Am I the president of people with crappy lives?”

É, CSI vai ter uma missão quase hercúlea nessa temporada…

Read Full Post »

Mais uma…

Quase que não posto hoje. E a culpa nem é minha, mas sim da lerdeza extrema do blog.

————————————————-

9ª Posição

“Don’t bother suckin’ up to me. I already hate you. That’s not gonna change.”

Nome: Dra. Miranda Bailey
Interpetada por: Chandra Wilson
Série: Grey’s Anatomy
Emissora: ABC (EUA); Sony (Brasil)

Analisando Grey’s Anatomy em retrospecto, é gritante o crescimento da personagem de Chandra Wilson na série. Se na primeira temporada, Sandra Oh e sua Cristina Yang eram o centro de todas as atenções, agora é a Dra. Bailey que se destaca.

Ela mostra que rigidez e doçura são dois adjetivos que podem se aplicar à mesma pessoa. Quem não sentiu saudade quando ela entrou em licença-maternidade? Quem não sofreu e torceu junto com ela enquanto seu filho estava nascendo?

Brilhantemente interpretada por Wilson – quem ousa discordar de sua indicação ao Emmy? – Bailey já mora em nossos corações. E por isso ela está nesse Top.

Read Full Post »